55 (11) 96346-3865

©2019 by Cecilia Borelli Arte Educação e Natureza.. Proudly created with Wix.com

 
Buscar
  • Cecilia Borelli

CLAUDE MONET EM GIVERNY 1915


“Todos discutem minha arte e fingem compreender, como se fosse necessário compreendê-la, quando é simplesmente necesssário amar.” – Claude Monet

O grande mestre do impressionismo, já consagrado, construiu seu ateliê em Giverny, onde mandou cavar um lago, que encheu de inúmeras variedades de ninfeias, plantas aquáticas de cores variadas. Sobre o lago, construiu a famosa ponte japonesa. Esse jardim encantador inspirou telas enormes a que se dedicou nas últimas três décadas da sua vida.

No fim da vida, o artista respondeu uma carta sobre o movimento impressionista a Evan Chateris (1926), afirmando de forma modesta: “meu único mérito foi o de ter pintado diretamente da natureza com o objetivo de exprimir minhas impressões diante dos efeitos mais fugidios”.

A filmagem foi realizada no verão de 1915 quando Monet tinha 74 anos de idade. No início, o cineasta Sacha Guitry conversa com o artista, vestido todo de branco. A seguir, temos uma imagem panorâmica do jardim com a ponte japonesa, o salgueiro-chorão e o espelho d’água com as ninféias. Vemos, então, Monet em ação. Segurando sua paleta de cores e alguns pincéis, pinta uma grande tela ao lado da lagoa de ninféias.

Fonte

https://www.revistaprosaversoearte.com/filme-raro-mostra-claude-monet-pintando-as-ninfeias-em-giverny/?fbclid=IwAR2JOZabcaDHqrmy9E2SHS2y1Q-7lCWbZ9BiAYGkKB4LKBQ1BlMkW7dVdBM

0 visualização